Alienum phaedrum torquatos nec eu, vis detraxit periculis ex, nihil expetendis in mei. Mei an pericula euripidis, hinc partem.
+351 21 136 1503
info.aick@iskcon.pt
Rua Dona Estefánia, 91.
Lisboa, Portugal.

Durante milénios, os ensinamentos e a cultura do bhakti-yoga, ou consciência de Krishna,
permaneceram escondidos dentro das fronteiras da India. Actualmente, milhões de pessoas
por todo o globo expressam a sua gratidão a Srila Prabhupada por ter revelado a eterna
sabedoria de bhakti ao mundo.

Nascido como Abhay Charan De a 1 de Setembro de 1896 em Calcutá, enquanto jovem acompanhou o movimento civil de Mahatma Gandhi. Em 1922, um encontro com o elevado líder espiritual Srila Bhaktisiddhanta Sarasvati revelou ser um marco importante para o futuro do jovem Abhay.

Srila Bhaktisiddhanta era um líder da comunidade Gaudiya Vaishnava, uma tradição monoteísta dentro da vasta cultura Hindu. No seu primeiro encontro, Srila Bhaktisiddhanta pediu a Abhay que levasse os ensinamentos do Senhor Krishna para os países de língua inglesa. Profundamente tocado pela sua sabedoria e devoção, Abhay tornou-se discípulo de Srila Bhaktisiddhanta em 1933, e decidiu cumprir o pedido de seu mentor. Abhay, mais tarde conhecido como A.C. Bhativedanta Swami Prabhupada, passou os 32 anos seguintes preparando a sua viagem para o ocidente.

Em 1965, com 69 anos, Srila Prabhupada entrou a bordo do cargueiro ‘Jaladhuta’ rumo a Nova Iorque. A viagem revelou-se difícil e Prabhupada sofreu dois ataques cardíacos a bordo. Após 35 dias no mar, chegou ao porto de Brooklyn com apenas sete dólares em rupias indianas e uma caixa que continha as suas traduções dos textos sânscritos sagrados.

Em Nova Iorque, enfrentou grandes dificuldades e iniciou a sua missão humildemente dando aulas sobre o Bhagavad-gita e liderando kirtans (cânticos devocionais tradicionais). A sua mensagem de paz e boa vontade tocou muitos jovens, alguns dos quais se tornaram estudantes sérios da tradição de Krishna-bhakti. Com a ajuda destes estudantes, Bhaktivedanta Swami alugou um pequeno espaço que funcionava como templo.

 

Em Julho de 1966, Bhaktivedanta Swami fundou a Sociedade Internacional para a Consciência de Krishna (ISKCON) com o propósito de combater o desequilíbrio dos valores no mundo e trabalhar para uma paz e unidade real. Nos onze anos seguintes, Srila Prabhupada deu a volta ao globo 14 vezes pregando e propagando os ensinamentos do Senhor Krishna. Homens e mulheres das mais variadas proveniências e condições sociais aceitaram a sua mensagem. Com a ajuda destes seguidores, Srila Prabhupada fundou templos, comunidades rurais, uma editora de livros e instituições educacionais por todo o mundo. Iniciou também aquele que é actualmente o maior programa de distribuição de refeições vegetarianas do mundo, Hare Krishna Food for Life.

Com o desejo de nutrir as raízes da consciência de Krishna na sua terra natal, Srila Prabhupada regressou diversas vezes à India, onde fez despertar a tradição Vaishnava. Na India, abriu dezenas de templos, incluindo grandes centros nas cidades sagradas de Vrindavana e Mayapura.

As contribuições mais significativas de Srila Prabhupada são, talvez, os seus livros. Foi autor de mais de 70 obras acerca de Krishna, que são altamente respeitadas pelos estudiosos, pela sua autoridade, profundidade, fidelidade para com a tradição e clareza. Vários dos seus trabalhos são utilizados como manuais em numerosos cursos escolares. Os seus escritos foram já traduzidos em 76 línguas. Entre os seus trabalhos mais marcantes estão: Bhagavad-gita Como Ele É, os 30 volumes do Srimad- Bhagavatam e os 17 volumes do Caitanya-caritamrita.

A.C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada faleceu a 14 de Novembro de 1977, na cidade sagrada de Vrindavana, rodeado dos seus fiéis discípulos que continuam a sua missão até aos dias de hoje.